Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

Making Movies - Dire Straits

3 de ago de 2010 comentários: 6
O que é isso?



Ficha corrida da banda:
Nacionalidade: inglesa
Período de atividades: 1977 até 1995
Site Oficialhttp://www.mark-knopfler-news.co.uk/ (Mark Knopfler)
Estilo/Gênero: Rock
Álbuns de estúdio: 6
Line-up do disco: Mark Knopfler (vocal, guitarra), John Illsley (baixo, vocais), Pick Withers (bateria, vocais), Roy Bittan (teclado), David Knopfler (guitarra), Sid McGinnes (guitarra).

Sobre o disco:

Diante de sucessos como a música 'Sultans Of Swing' do disco de estreia (confira leituras relacionadas abaixo), o Dire Straits faz uma bem sucedida turnê pelos EUA, abrindo para os Talking Heads. Bob Dylan, impressionado com a performance do grupo, convidou Mark Knopfler e Pick Withers para participarem da gravação de seu novo disco: 'Slow Train Comming'.

Depois disso, os integrantes planejaram como seria o próximo álbum da banda e, mais experientes, decidiram aperfeiçoar sua própria técnica e 'Making Movies' mostra um trabalho de maior complexidade, que se tornou a marca da banda também nos discos posteriores.

O disco emplacou nas paradas as músicas "Romeo and Juliet" e "Tunnel of Love". A segunda foi escalada para compor a trilha sonora do filme "An Officer and a Gentleman" (por aqui, "Força do Destino") e tornou-se uma das músicas mais queridas da banda.

Após a gravação do disco, David Knopfler sai da banda para fazer carreira solo e juntam-se para a turnê o tecladista Alan Clark e o guitarrista Hal Lindes.

Uma curiosidade é o nome do disco 'Making Movies', que é o mesmo nome de uma música da banda que acabou ficando de fora do álbum, sendo encontrada apenas em bootlegs.

Leituras relacionadas:



    Opinião de minha filha Ravena, uma legítima representante da geração séc. XXI

    "É um rock simples mas divertido, para se ouvir no dia-dia, quando for viajar de carro, ou simplesmente para relaxar. Meus colegas particularmente até achariam "da hora" mas... as minhas amigas infelizmente iam achar meio chatinho, mas eu gostei."




    Cotações da crítica especializada:
    All Music Guide (0 a 5): 4,5
    Robert Christgau: C+
    Rolling Stone (0 a 5): 4

    Se você nunca ouviu a banda...

    O grande gênio criativo da banda é Mark Knopfler, quase todas as composições das músicas são dele. 

    O som do grupo se caracteriza por rocks com poucas distorções e efeitos, o que dá uma sonoridade mais crua e menos agressiva. Outras influências marcantes são o country e o blues. O vocal de Knopfler é simples, porém agradável e, apesar de ser autodidata na guitarra, é considerado um guitar hero - sua técnica é original e só utiliza três dedos da mão direita, ainda assim, consegue tirar solos incríveis.

    Making Movies (1980)


    Ouça aqui o disco completo




    Faixas/Destaques:

    01 - Tunnel of Love
    02 - Romeo and Juliet
    03 - Skateaway
    04 - Expresso Love
    05 - Hand in Hand
    06 - Solid Rock
    07 - Les Boys

    comentários: 6

    Fábio :

    passenado por aqui.. legal o blog parabens.. queria te convidar a conhecer meu blog o ecos em www.ecosdotelecoteco.blogspot.com . Abraço ai...

    Rodrigo Nogueira :

    Obrigado Fábio!

    Fui lá dar uma conferida em seu blog e achei demais!

    Recomendo para aqueles que gostam da música brasileira e querem estar ligados com tudo que acontece nesse mundo.

    Abração!

    Jefferson :

    que baaaaaaita banda, realmente são verdadeiros gênios (principalmente no que diz respeito à Mark Knopfler). Músicas cheias de energia e virtuosidade, realmente vale à pena ouvir.

    Ótimo post, parabéns!

    figurinhasdorock.blogspot

    abraço!

    Rodrigo Nogueira :

    Assino embaixo Jefferson!

    Obrigado pelo elogio!

    Abração!

    Edmilson Oliveira :

    Mágicos anos 80, maravilha,DIRE STRAITS lembro com muita saudade e ouço até hoje,infelizmente não se faz músicas tão boas como nas décadas de:60,70 e 80.
    As gravadoras optaram em produzir na minha opinião Lixo phonopornográfico, é lamentável.
    Antes as bandas dispunham apenas da tecnologia de válvula, ai é que está o segredo, a criatividade e talentos fluiam a cada dia como uma fonte inesgotável de pura magia.
    Pink Floyd com seus arranjos fantásticos, Mark Knopfler com sua voz inconfundível, o coveiro Rod Stewart com a "Maggie Mae" emfim; sou um conservador, tenho muito respeito pela juventude de hoje mas, acho que deveriam aproveitar melhor o que a tecnologia oferece fazendo coisas interessantes e inteligentes.

    Saudações e parabéns pelo blog, sou mais um seguidor.
    Abraços
    Edmilson Oliveira.

    Rodrigo Nogueira :

    Olá Edmilson!

    Obrigado e seja bem-vindo ao blog! Não deixe de conferir também a Rádio Polaina - A que só toca Anos 80! http://radiopolaina.blogspot.com

    Apesar de reconhecer um certo saudosismo e um apego emocional à década de 80, acho complicado esse negócio de comparar hoje com ontem. Penso que em todas as épocas foram produzidas coisas boas e ruins, inclusive nos dias de hoje, basta saber procurar. A vantagem dos dias atuais é que temos a Internet para facilitar o acesso.

    Abraço!

    Postar um comentário

    Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
    Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
    Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

    Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...