Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

Animal Magnetism - Scorpions

7 de out de 2010 comentários

O que é isso?



Ficha corrida da banda:
Nacionalidade: alemã
Período de atividades: 1965 até hoje (2010??)
Site oficialhttp://www.the-scorpions.com/english/
Estilo/Gênero: Rock, Pop/Hard Rock, Heavy Metal, Glam Metal
Álbuns de estúdio: 18 até o momento
Line-up do disco: Klaus Meine (vocais), Rudolf Schenker (guitarra), Matthias Jabs (guitarra), Francis Buchholz (baixo), Herman Rarebell (bateria)

Animal Magnetism (1980) - Ouça aqui o disco completo!



Sobre o disco:

Pregas Vocais
Como visto na postagem anterior (veja na leitura relacionada), o guitarrista Michael Schenker havia retornado à banda antes da gravação do disco Lovedrive (1979). Devido a esse disco, a banda finalmente atingira o tão almejado sucesso, porém as coisas não iam muito bem, Michael Schenker dava muito trabalho por causa de suas bebedeiras dionisíacas e o vocalista Klaus Meine teve um sério problema na garganta sendo necessária uma intervenção cirúrgica em suas pregas vocais (nota - cordas vocais não existem, o termo correto é pregas). Após a gravação deste disco (Animal Magnetism), o futuro da banda se tornou incerto pois muitos suspeitavam que o vocalista jamais conseguiria cantar com sua excelência de sempre, mas Meine voltou com tudo e o disco seguinte Blackout, é considerado por muitos como o melhor da banda (teremos esse disco futuramente aqui no blog).

As faixas mais conhecidas de Animal Magnetism são Make It Real e The Zoo. Na ânsia de achar a fórmula para o sucesso, a banda apostou em mesmices em outras faixas e já mostrava uma tendência para enveredar para o lamentável (para mim) glam metal (também chamado de rock-farofa) e suas baladas açucaradas com forte apelo comercial. Além disso, utilizaram novamente o expediente de criar capas chamativas e polêmicas (veja acima), o que nada mais é do que uma estratégia discutível de marketing.

A crítica recebeu o álbum com certa indiferença e, na minha opinião, trata-se de um disco mediano, ainda mais se comparado ao disco anterior (Lovedrive), mas ainda muito superior artisticamente aos que vieram a partir de Love At The First Sting (1984), fase esta em que a banda assumiu de vez que seu maior interesse era o financeiro mesmo. Não é de se estranhar que essa fase pós-1984, seja a mais conhecida da banda.

Leitura relacionada:


Cotações da crítica especializada:

All Music Guide (0 a 5): 2,5
Rolling Stone: Favorável

Se você nunca ouviu a banda...

Não pense também que o Scorpions vive só de baladas...apesar de não ser um som pesado, a banda também sabe fazer um rock agradável. Outro fator que não deve passar sem, no mínimo uma audição mais atensiosa, é a qualidade vocal de Meine. Com um belo timbre e extensão impressionante, Klaus Meine dá o toque de qualidade à banda. (Flávia Nogueira)

comentários

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...