Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

Mad Love - Linda Ronstadt

11 de jan de 2011 comentários
O que é isso?



Ficha corrida da moça:
Nome completo: Linda Maria Ronstadt
Nacionalidade: estadunidense
Período de atividades: 1967 até hoje
Estilo/Gênero: Rock, Folk, Country, Jazz, Pop/Country Rock, R&B, Cajun Rock, Big Band, Art Rock, New Wave, Post-Punk
Álbuns de estúdio: 27 até o momento
Site oficial: não tem

Mad Love (1980) - Ouça aqui o álbum completo!


Sobre o disco:


Line up: Linda Ronstadt (vocal, backing vocals), Dan Dugmore (guitarra), Waddy Wachtel (guitarra, backing vocals), Mark Goldenberg (guitarra, backing vocals), Bob Glaub (baixo), Russell Kunkel (bateria), Bill Payne (teclado), Danny Kortchmar (guitarra), Peter Bernstein (violão), Peter Asher (percussão), Steve Forman (percussão), Michael Boddicker (sintetizador), Rosemary Butler (backing vocals), Kenny Edwards (backing vocals), Andrew Gold (backing vocals), Nicolette Larson (backing vocals)

Cotações:
All Music Guide (0 a 5): 3
Robert Christgau: B-

Chart:
EUA
Canadá 11º

Artista extremamente versátil, Linda até este momento da carreira já tinha se aventurado em diversos estilos musicais e se destacado em todos. Dona de uma ótima voz e interpretações acima da média, ela já era um grande sucesso nos Estados Unidos e tida por muitos críticos como uma das mais importantes artistas do país. Sua popularidade era enorme e ficou ainda maior com o lançamento de Mad Love.

O disco de hoje foi o ápice de sua investida no rock New Wave e Post-Punk que havia começado nos dois discos anteriores. Linda é tão competente que lançou sua fase rockeira logo após atingir grande êxito em outros gêneros musicais, como o Country e o Folk, e mostrou tanta intimidade com os estilos mais pesados que ao ouvir Mad Love, chegamos a conclusão que ela nascera para isso. Tanto é que, por esse período de sua carreira, foi alçada ao status de "rainha do rock". Pat Benatar, surpresa ao ter vencido Linda no Grammy de 1981 como melhor cantora de rock, afirmou ser um absurdo alguma cantora viva desse gênero poder ser considerada melhor que Linda Ronstadt.

O disco conta com composições de grandes nomes como Elvis Costello, como 'Party Girl', 'Girls Tank' e 'Talking In The Dark', e Neil Young, como 'Look Out For My Love'. As faixas 'Mad Love e 'I Can't Let Go' (minha favorita) viraram super hits e até hoje tocam nas rádios.

Depois de concluir este trabalho, Linda deu vazão mais uma vez à sua versatilidade: seguiu para a Broadway e novamente mudou de estilo com sucesso, mas isso são outras histórias que conheceremos mais adiante.

Indicado ao Grammy e vencedor de discos de platina, Mad Love até hoje encontra-se dentro dos catálogos. Uma obra atemporal e referência de New Wave e Post-Punk - um clássico!

Posts relacionados:



Se você nunca ouviu a moça...

Vencedora de 10 Grammys e diversos outros prêmios importantes, campeã de vendas de discos, é uma das cantoras mais versáteis e bem sucedidas comercialmente dos Estados Unidos.

Além de cantora, é produtora e já colaborou com um grande número de artistas de diversos estilos como Billy Eckestine, Frank Zappa, Phillip Glass, Rosemary Clooney, Gram Parsons, etc.

É conhecida como ativista política engajada em causas humanitárias e incentivadora da arte. Uma musa e uma lenda viva da música.

comentários

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...