Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

Primeiro Disco - Theo de Barros

16 de jan de 2011 comentários
O que é isso?



Quem é o cara: (Segundo o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira)

Teófilo Augusto de Barros Neto - compositor, arranjador, cantor, multi-instrumentista


Em 1962, teve seu primeiro trabalho registrado com a gravação de "Natureza e igrejinha" por Alaíde Costa. 


Como cantor, estreou em disco no ano seguinte, interpretando as canções "Vim de Santana" e "Fim", ambas de sua autoria. Ainda em 1963, atuou como contrabaixista no Sexteto Brasileiro de Bossa, e apresentou-se como cantor e músico em televisão e em várias boates paulistas, como João Sebastião Bar, Baiúca e Jogral, entre outras.


Sua canção "Menino das laranjas" foi gravada por Geraldo Vandré em 1964 e por Elis Regina no ano seguinte, projetando-o como compositor. 

Em 1966, participou do II Festival de Música Popular Brasileira com sua composição "Disparada" (c/ Geraldo Vandré), interpretada por Jair Rodrigues, Trio Maraiá e Trio Novo. A música obteve o 1º lugar, empatando com "A banda" de Chico Buarque. Ainda nesse ano, juntamente com Aírto Moreira, Heraldo do Monte e Hermeto Pascoal, formou o Quarteto Novo. 

Participou de vários outros festivais e dirigiu diversas produções do Teatro de Arena (SP), destacando-se a montagem de "Arena conta Zumbi", de Gianfrancesco Guarnieri e Augusto Boal. 

Escreveu, em parceria com Augusto Boal, a peça musical "Arena conta Bolívar", que excursionou, em 1967, pelo México, Peru e EUA, com o elenco do Teatro de Arena.

Participou, como compositor, da trilha sonora de "Quelé do Pajeú", filme dirigido por Anselmo Duarte em 1970. 

Em 1972, assinou a direção musical da apresentação de "A capital federal", de Artur Azevedo, encenada no Teatro Anchieta (SP), sob direção geral de Flávio Rangel. 

Assinou a produção musical e escreveu arranjos para "Música popular do centro-oeste", coleção de 4 LPs lançada pela gravadora Marcus Pereira. 

Em 1979, fundou a Eldorado, em sociedade com Aluísio Falcão, lançando por esta gravadora o LP duplo "Primeiro disco" (1980), como compositor, intérprete, arranjador, produtor musical e diretor artístico. 

Primeiro Disco (1980) - Ouça aqui o álbum completo!



comentários

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...