Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

MPBC - Aécio Flávio & Quartezanato

24 de jul de 2010 comentários: 2

O que é isso?
Ficha corrida do cara:
Nome completo: Aécio Flávio do Rêgo
Período de atividades: meados da década de 1970 (carece de fontes) até hoje
Site oficial: não tem
Estilo/Gênero: MPB, Instrumental Brasileiro, Jingle
Álbuns de estúdio: 13 (até o momento)


Não conhecia a obra de Aécio Flávio (estou a descobrindo agora!). A única referência que tinha dele era a música "O Menino Azul" que remete à minha infância. Não sabia exatamente de onde eu conhecia essa música, mas ela me marcou. Pesquisando, descobri que ela fazia parte da trilha sonora de uma novelinha da tv Bandeirantes de 1981 chamada "Os Adolescentes". Nunca fui muito fã desse tipo de programa, mas como na época eu não tinha poder de escolha (era muito novo) e como minha mãe tinha o costume de assistir novelas (eca!), é bem provável que a lembrança venha daí. Achei um vídeo dela no YouTube, veja abaixo:


Não foi fácil encontrar informações sobre Aécio, até que me deparei com um ótimo site que recomendo para os leitores interessados em conhecer músicos brasileiros, o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira

Formado em música, arranjo e harmonia. Multi-instrumentista, foi aluno do grande mestre Hans Joachin Koellreuter, assim como Tom Jobim, Paulo Moura, Guerra-Peixe e outros. Eu cheguei a assistir uma palestra de Koellreuter em Santos, na época que estudava saxofone.

Começou sua carreira na rede Globo como assistente da direção musical do Fantástico, depois foi para a extinta tv Manchete trabalhar com Miéle no programa "Miéle & Cia". Em 1980 grava seu primeiro disco acompanhado da cantora Jane Duboc, do saxofonista Leo Gandelman e outros; o disco chama-se 'Música Contemporânea Brasileira'. No mesmo ano grava ao lado do grupo Quartesanato o disco 'MPBC' que apresento hoje. Uma verdadeira joia que merece ser conhecida. À exceção de poucas músicas, ele é todo instrumental (a voz é utilizada em algumas faixas como instrumento puro, digo, sem letra), e tem influências de vários estilos músicais, desde o jazz até ritmos tradicionais brasileiros, imperdível!

Vale a pena mencionar que várias composições de Aécio foram interpretadas por Zizi Possi, Emílio Santiago, Elba Ramalho, Leny Andrade, além de artistas estrangeiros como Billy Paul.

Leituras relacionadas:




MPBC (1980)


Ouça aqui o disco completo:



Faixas/Destaques

01 - O Menino Azul
Obra vocal aparentemente simples e infantil, mas na verdade de uma complexidade barroca. Um cânone seguido de fuga. É bom lembrar que Aécio é mineiro e que Minas Gerais é o berço do barroco tardio brasileiro.

02 - Caminho da Roça
Um tema pastoral e singelo, bastante enraizado na cultura popular do interior do país.
 
03 - Encontro das Águas
A melodia é dada por uma flauta doce à moda indígena mesclada com lirismo. Entra uma segunda flauta indicando o encontro das águas. As melodias das flautas aludem o correr das águas. Poético.

04 - Folia
Um ritmo nordestino executado com espantosa precisão, enquanto as madeiras (primeiro as flautas doces, depois o sax soprano) mostram líricas melodias.
 
05 - Mar de Espanha
Um tema flamenco descreve a viagem à Espanha, uma trova o trás de volta ao Brasil, mas sempre que o país europeu é mencionado, retorna o tema flamenco. Apesar do canto não ter grandes qualidades e nem fazer jus à técnica espanhola, repare na interessante crônica da letra.

06 - Zero Grau
Arranjo extremamente sofisticado, e que beleza de saxofone!
 
07 - Rastro de Outono
A melodia é simples e guiada pelos arpejos hipnóticos do piano. Os instrumentos são apresentados um a um, primeiro a flauta, depois o violão, um contrastante timbre de teclado e por fim, o sax soprano. Todos argumentam buscando a supremacia. Ao final, o debate musical é resolvido com todos em um uníssono consensual .

08 - Voo Livre
Apesar do timbre ultrapassado da guitarra de alguns momentos, a melodia é espetacular. No meio da música, seu andamento é acelerado e mais uma vez somos brindados com a perícia dos músicos, que transformam o tema em uma obra lúdica. Ao final, a melancolia é retomada por um breve momento, mas a brincadeira prevalece e a alegria dá a última palavra.

09 - Menino

10 - Nigritim
Um fusion jazz com direito à melodia com canto solfejado e uma flauta transversa prestíssima. Espetacular!

11 - Caminho da Barra
Uma peça menor, mas que para mim descreve um momento de paz e aconchego.

Até o próximo "O Brasil não conhece o Brasil"!

comentários: 2

Martha Nogueira :

Duas coisas me chamaram a atenção: primeiro, esse trecho de novela que você postou. É muito legal ver essa gente mega conhecida em começo de carreira!
A segunda coisa é a qualidade musical deste senhor. Ouvi algumas faixas e gostei muito do trabalho do Aécio Flávio. Ficaria, ou ficará, sem dúvida, na minha play list. Parabéns pela iniciativa, foi um achado! Se você continuar nesse nível, vamos ver coisas muito boas nos próximos posts!

Rodrigo Nogueira :

O cara é bom mesmo, o azar dele é que ele é brasileiro, por aqui é duro fazer música de qualidade e fazer sucesso...

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...