Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

Winelight - Grover Washington Jr.

29 de jul de 2010 comentários


O que é isso?



Ficha corrida do cara:
Nome completo: Grover Washington Junior
Nacionalidade: estadunidense
Período de atividades: 1970 a1999
Site Oficialhttp://www.groverwashingtonjr.com/
Estilo/Gênero: Jazz, Soul/Smooth Jazz, Fusion
Álbuns de estúdio: 30 (sendo 6 como sideman)


Sobre o disco:


Grover é jazzista por formação, mas sua alma era muito enraizada na soul music. Por conta disso, buscava incorporar essa ideia ao seu toque, o que não era muito bem visto no meio jazzístico. Depois de ter contato com as experimentações de Miles Davis, que deram origem ao fusion jazz (uma mistura de jazz com rock, pop e soul), um novo horizonte se abriu para Grover e ele resolveu ousar um pouco mais nessa mistura, dando maior destaque para o soul do que para o jazz. Assim foi concebido o álbum 'Winelight' que apresento hoje.

Winelight é um clássico simplesmente por ser, senão o, um dos precursores do sub-gênero que ficou conhecido como smooth jazz ou jazz contemporâneo. Por ser muito mais acessível ao público leigo que um jazz tradicional ou até ao fusion, o smooth conseguiu atingir a massa, que passou a consumir esse tipo de música onde o nome que ficou mais conhecido foi o do saxofonista Kenny G, porém Grover não é tão apelativo e medíocre nas composições como G., ele também fazia melodias "fáceis", mas não clichês e obviedades, sem contar que explorava as capacidades de seus instrumentos com belos improvisos, como esse álbum bem mostra.

Para mim, esse disco é muito marcante, pois foi o primeiro contato que tive com o jazz, meu estilo musical predileto. Meu pai o adquiriu quando eu ainda era criança, mas não deu muita bola para ele. Eu, ao contrário, fiquei fascinado com o som agradável do saxofone de Grover e do ritmo descontraído.

Cotação da crítica especializada:
All Music Guide (0 a 5): 4,5

Se você nunca ouviu o cara...

Seu toque é caracterizado por um timbre suave e redondo, próximo do canto masculino. Os ritmos sofrem poucas variações no decorrer das músicas, o que facilita a degustação. Os fraseados, tanto os lentos quanto os rápidos, são claros e identificáveis, o balanço é agradável, quase dançante. Os solos improvisados mostram perícia e técnica e passam longe da pirotecnia.

Neste disco em particular, as ambientações sonoras são românticas e promovem um clima, na maior parte das vezes, para o relaxamento. Ótima pedida para um encontro, jantar ou motel.


Winelight (1980)



Ouça aqui o disco completo




Faixas/Destaques

01 - Winelight
02 - Lei it Flow (for Dr. J.)
03 - In The Name of Love
04 - Take me There
05 - Just the Two of Us
06 - Make me a Memory (Sad Samba)


Grammy award winner

comentários

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...