Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

No Place to Run - UFO

29 de nov de 2010 comentários: 1
O que é isso?



Ficha corrida da banda
Nacionalidade: inglesa
Período de atividades: 1969 até 1983; 1984 até 1989; 1992 até hoje
Estilo/Gênero: Rock/ Hard Rock, Heavy Metal
Álbuns de estúdio: 20 até o momento
Site oficialhttp://www.ufo-music.info/

No Place to Run (1980) - Ouça aqui o disco completo!





Sobre o disco:

Line-up: Phil Mog (vocal), Pete Way (baixo), Paul Raymond (teclado, guitarra, vocal), Paul Chapman (guitarra), Andy Parker (bateria)

Cotação:
All Music Guide (0 a 5): 1,5


Charts:
E.U.A. 51º


Produzido por George Martin, ex-produtor dos Beatles, No Place to Run, foi o primeiro disco lançado após a saída de Michael Schenker por causa do vício da bebida (ele voltaria aos Scorpions). Para seu lugar, foi chamado Paul "Tonka" Chapman.

Esse álbum representou a queda comercial do UFO, pois mostrou que a banda ficou parada no tempo. Enquanto a NWOBHM estava dominando o espaço rockeiro, o UFO manteve-se preso às formas estilísticas da década de 70. As bandas estavam ficando cada vez mais pesadas e era exatamente isso que o público da época queria.

Entretanto, No Place to Run apresenta boas músicas e hoje em dia, quando não estamos mais "pressionados" àquela moda NWOBHM, é possível apreciar o disco com mais clareza de julgamento. Mas na época de seu lançamento, já soava datado.

Posts Relacionados:


Se você nunca ouviu a banda...
Uma das melhores bandas de hard rock na minha opinião. Seu estilo é intermediário entre o clássico e o heavy metal. Sempre contou com grandes músicos em seu line-up.

Teve sua maior fase criativa na década de setenta, assim como maior prestígio e visibilidade. Entrou em declínio após o advento da NWOBHM, mas nem por isso perdeu seu valor histórico. Excelente banda que merece ser mais reconhecida nos dias de hoje.

comentários: 1

Wallace Ferreira Gonçalves :

Neste disco, Paul Chapman mostra como era bom e que a banda merecia melhor sorte comercial nesta época. O fraseado e os solos de Paul Tonka Chapman são bem criativos e o som da banda não se perdeu com eles...É um dos mairoes casos de INJUSTIÇA da história do rock n roll esse cara era um grande guitarrista e o pessoal hoje so lembra do Michael Schenker que abandonou a banda a própria sorte...

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...