Lema da Central Musical: Anos 80

Não é necessário gostar de tudo, mas por que não conhecer? - Uma audição crítica de todos os álbuns lançados na década de 80.

Disco do dia: Empty Glass - Pete Townshend

23 de fev de 2011 comentários: 2

O que é isso?



Ficha corrida do cara:
Nome completo: Peter Dennis Blandford Townshend
Nacionalidade: inglesa
Carreira: 1962 até hoje
Estilo/Gênero: Rock/Hard Rock, Art Rock, Power Pop
Álbuns de estúdio (carreira solo): 12 até o momento
Site oficialhttp://www.thewho.com/ (The Who)

Empty Glass (1980) - Ouça aqui o disco completo!


Sobre o disco:

Line-up: Pete Townshend (vocal, guitarra, teclado), John "Rabbit" Bundrick (teclado), Mark Brzezick (bateria), James Asher (bateria), Simon Phillips (bateria), Tony Butler (baixo), Kenney Jones (bateria), Peter Hope-Evans (gaita)

Cotações:
All Music Guide (0 a 5): 4,5
Rolling Stone (0 a 5): 3
Robert Christigau: B-
George Starostin (0 a 15): 11

Charts:
EUA:

Lenda viva do rock por seu essencial trabalho como guitarrista e compositor de uma das mais importantes bandas da história (The Who), Pete Townshend, em 1980 presenteou o público com esse memorável disco de sua carreira solo. Apesar de Townshend ter lançado alguns anos antes uma coletânea com demos e um trabalho para seu guru Meher Baba, Empty Glass é considerado seu primeiro álbum "oficial".

Meher Baba
O disco demorou dois anos para ser composto e gravado, o que é compreensível, pois Pete continuava trabalhando no Who, além de passar por momentos delicados devido ao vício em drogas e o falecimento de seu amigo Keith Moon. Para tentar superar as dificuldades, o músico se engajou em uma seita hinduísta. Isso tudo, de uma forma ou de outra, está presente nas faixas de Empty Glass (copo vazio - uma metáfora para dizer que todo o seu amor já foi dado para Deus ou algo equivalente).

A recepção foi muito favorável. O disco recebeu muitos elogios da crítica, teve boa vendagem e bom posicionamento nos charts, principalmente a música 'Let My Love Open The Door', que se tornou um hit. Empty Glass foi considerado melhor inclusive que o álbum contemporâneo lançado pelo Who, Face Dances, de 1981 (nem preciso dizer que certamente ouviremos esse disco por aqui). Isso causou um certo desconforto para Townshend com seus colegas de banda, pois como ele é o principal compositor, seus colegas acharam que algumas das músicas de seu trabalho solo se encaixariam perfeitamente em Face Dances.


Apesar do disco ter algumas faixas "engraçadinhas" de que não gostei, as outras músicas compensam e muito, o suficiente para que ele receba a chancela de clássico.

Se você nunca ouviu o cara...
Lenda viva do rock, guitarrista, cantor e compositor. Um dos maiores responsáveis por estabelecer os paradigmas do rock pesado e dos álbuns conceituais, através do The Who, e uma das personalidades que mais souberam tirar proveito da mídia ao invés de puramente ser explorado por ela.

Heroi.

comentários: 2

Anônimo :

Grande dica, sou fa do The Who ja ha um tempo mais so agora to conhecendo a carreira solo do Pete. Give Blood é a minha favorita !

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, verifique as normas do blog:
Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão de maneira gratuita.

Obrigado por sua visita, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...